Estruturas metálicas e galvanização

Notícias

21/01/2014

Galvanizando: Infraestrutura Rodoviária

Galvanizando: Infraestrutura Rodoviária

 

 O uso da galvanização a fogo (Zincagem por imersão a quente) em projetos de infraestrutura é comprovadamente uma condição de êxito destes projetos em todo mundo. A qualidade anticorrosiva do zinco, sua resistência, versatilidade, confiabilidade, durabilidade e baixo custo propiciam este sucesso.

Construções de Estradas - Estruturas para Estradas

Assim como a eletricidade as estradas são vitais para um grande país. Transportando pessoas e mercadorias de um lado para outro, aproximando culturas e facilitando o comércio. Sua função é ligar cidades, estados, portos, ferrovias, e por vezes, locais remotos assegurando o escoamento de mercadorias.

As estradas modernas asseguram a máxima segurança e proteção aos seus usuários, através de barreiras de segurança, sinalização e postes de iluminação A manutenção de suas estruturas pode ser praticamente eliminada se estas forem galvanizadas a fogo. Além da incomparável proteção anticorrosiva, a galvanização a quente confere um visual mais bonito (prata brilhante), por muitas décadas.

Para cada um quilômetro de estrada construída são utilizadas em países desenvolvidos 1,8 toneladas de zinco, que equivale a aproximadamente 30 toneladas em estruturas de aço galvanizadas a fogo por quilômetro, como postes de iluminação e sinalização, defensas metálicas, placas de sinalização e pórticos.

As estruturas de aço galvanizado por imersão a quente para estradas são práticas e econômicas, de rápida montagem se comparadas a outras soluções de concreto ou outro material. Por estas vantagens praticamente todos os acessórios das auto-estradas têm no aço galvanizado a fogo seu principal elemento.

Para assegurar que estes acessórios durem tanto quanto a estrada, os engenheiros têm recorrido à qualidade da proteção da galvanização a fogo como elemento protetor contra a corrosão. (vide tabela de vida útil).

Este processo garante resistência a corrosão em qualquer tipo de exposição climática por mais rigorosa que ela seja de até 50 anos, sem necessidade de manutenção.

Autopista Norte Sul - Malásia

A Autopista Norte Sul da Malásia, foi um dos primeiros e por muitos anos o maior projeto de privatização do país.

A estrada privatizada em 1988, custou $ 2.300 milhões de dólares sendo concluída em fevereiro de 1994. Com 870 Km a autopista faz a ligação aos portos de Port Klang e Penang assim como ao Aeroporto Internacional de Subang e ao Aeroporto Bayan Lepas em Penang.

Pela grande importância desta estrada e ao auto-investimento ocorrido, ela deve permanecer em perfeita condição de uso e isto vem acontecendo graças à utilização de estruturas de aço galvanizadas a fogo em toda sua extensão.

Evite a corrosão - Valorize o seu aço. "Galvanize!"

Fonte:Artigo publicado na Revista Construção Metálica - Edição 70

ABCEM

imprimir esta notícia

enviar para um amigo

voltar para listagem